O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, manifestou o desejo de que a Itália consiga resolver os seus problemas políticos «por seu próprio bem e pelo de Espanha».

Em conferência de imprensa em Astana, capital do Cazaquistão, onde o líder espanhol se encontra em visita oficial, Rajoy admitiu que a situação política de Itália está a afetar o risco da dívida espanhola.

«Que vão bem as coisas para Itália é bom para Espanha, como o facto de que as coisas vão bem para Espanha é bom para Itália e para o resto de países da UE», disse, citado pela Lusa.

Rajoy disse que apesar do risco da dívida espanhola - medido pelo diferencial entre os títulos espanhóis e alemães a 10 anos - ter piorado hoje devido à situação em Itália, continua muito melhor que há meses.

Espanha, disse, conseguiu alcançar valores no seu risco que eram «muito reconfortantes» e a recompensa aos esforços e sacrifícios dos espanhóis.

«Espanha já se poderá financiar melhor e isto começa a mostrar outra cor. Hoje os dados não são os que teríamos desejado, mas continuam a ser razoáveis, já que o título a dez anos está nos 4,45%», disse.

O presidente do Governo reiterou que a economia espanhola está melhor do que há um ano, mas que é necessário continuar a ser «realistas» e «continuar a trabalhar para que melhorem mais».