A produção industrial do Brasil caiu 5,2% em janeiro deste ano em comparação com o mesmo mês de 2014, divulgou esta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado representou a décima primeira vez que a produção industrial regista queda no país em comparação com o período homólogo do ano anterior.

Já em relação a dezembro de 2014, a produção industrial brasileira em janeiro avançou 2%, mas recuperou apenas parte das perdas registadas nos meses anteriores.

O acumulado das perdas nos últimos 12 meses, a chamada taxa anualizada, foi de 3,5% em janeiro, a maior queda desde janeiro de 2010.

O aumento da produção, em comparação com dezembro, foi influenciado principalmente pelos produtos alimentícios, que avançaram 3,9%, máquinas e equipamentos (7,6%) e metalurgia (5,4%)

As piores quedas na produção ocorreram nos setores de derivados do petróleo e biocombustíveis, confecção de artigos de vestuário e acessórios (ambos 5,8%) e perfumaria (4,8%).