O grupo de telecomunicações Oi apresentou um prejuízo de 4,42 mil milhões de reais (mais de 1, 25 mil milhões de euros) no final de ano 2014. A operadora revela que parte do valor das perdas deve-se à venda da PT. EM 2013, 
a Oi tinha registado um lucro de 1.493 milhões de reais (cerca de 425 milhões de euros).

No comunicado da operadora brasileira, «a descontinuação das operações da PT Portugal», em processo de venda, e «uma perda de 4.164 milhões de reais relacionada ao reconhecimento destes ativos pelo seu preço de venda» justificam o valor, que contrasta com o lucro de 1,49 mil milhões de reais registados em 2013.

A Oi explicou que a venda da PT exigiu um abastecimento de 4.164 milhões de reais e que «o resultado das operações descontinuadas inclui ainda um prejuízo operacional de 250 milhões de reais referente aos resultados da PT Portugal desde Maio de 2014».

Parte das perdas podem vir a ser recuperadas visto que o acordo com a Altice prevê um pagamento de mais 500 milhões de euros dependendo da evolução da performance da PT Portugal.  Os acionistas da PT SGPS aprovaram a venda da PT Portugal, que detem o Meo e o Sapo, entre outros serviços, ao grupo francês Altice, por 7.400 milhões de euros.

Avaliando os resultados das operações em curso, e excluindo as operações relacionadas à PT, a Oi terminou o ano passado com um lucro de 8 milhões de reais (2,3 milhões de euros).

A contribuir para a queda dos resultados esteve também a redução de 2,7% das receitas. A operadora de telecomunicações a terminou o ano com um volume de negócios de 28,5 mil milhões de reais.