O presidente do grupo Ongoing, acionista de referência da PT SGPS, manifestou-se esta quinta-feira triste pela venda da PT Portugal aos franceses da Altice, já que «é sempre uma decisão muito difícil».

Nuno Vasconcellos falava aos jornalistas no final da assembleia-geral de acionistas da PT SGPS, que aprovou com 97,81% dos votos a venda da PT Portugal, que detém o Meo e o Sapo, entre outros ativos.

«Estou muito triste porque a venda da PT Portugal é sempre uma decisão muito difícil», afirmou o gestor, citado pela Lusa, lembrando que este ativo «fazia parte de um projeto que agora está mais focado pelo Brasil».

A PT Portugal estava nas mãos da operadora brasileira Oi desde maio do ano passado, aquando do aumento de capital, no âmbito da combinação de negócios com a PT SGPS.

Já o Presidente da Oi diz estar satisfeito com o resultado da votação e que desfecho é o melhor para as duas empresas.