"Esperamos ainda ser possível este mês, mas o consórcio [Avanza] entendeu notificar a Autoridade da Concorrência, porque já tem operação em Portugal. Está à espera dessa pronúncia para assinar o contrato e estamos a aguardar com serenidade", declarou o governante.




"É mais uma reforma que fica feita em nome da poupança para os contribuintes", disse.