A taxa de inflação anual na zona euro deverá manter-se nos 0,5% em junho, valor idêntico a maio, de acordo com a estimativa rápida divulgada esta segunda-feira pelo gabinete oficial de estatísticas da União Europeia.

Segundo o Eurostat, o setor dos serviços deverá ser aquele que regista a taxa anual mais elevada em junho (1,3%, contra 1,1% em maio), seguido dos setores da energia (0,1%, contra 0,0% em maio), bens industriais excluindo a energia (0,0%, em linha com a taxa de maio). Os setores da alimentação, álcool e tabaco deverão registar recuos (todos com uma taxa de -0,2%, contra 0,1% em maio).

Os valores finais para o mês de junho da taxa de inflação anual (a variação do nível de preços entre um mês e o mesmo mês do ano anterior) serão divulgados pelo Eurostat a 17 de julho.