O ministro do Petróleo iraniano, Bijan Namadar Zanganeh, rejeita a ideia de um congelamento do nível de produção petrolífera do Irão, considerando-a "uma brincadeira", segundo a imprensa do país.

Recorde-se que na semana passada a Arábia Saudita e a Rússia, dois dos principais produtores de petróleo, propuseram que todos os países produtores congelassem a produção no nível de janeiro para impulsionar os preços, atualmente muito baixos.

O anúncio surgiu no final de uma reunião em Doha com o Qatar e a Venezuel.

"Alguns países vizinhos, que nos últimos anos fixaram o seu nível de produção em 10 milhões de barris por dia e exportam essa quantidade, tornaram-se arrogantes e dizem que todos devem congelar o seu nível de produção, ou seja, eles congelam o nível em 10 milhões de barris e nós o nível de um milhão. É uma brincadeira", declarou Zanganeh.

O preço do crude caiu mais de 70% nos últimos 20 meses, devido à produção recorde registada nos países da OPEP e outros produtores, como a Rússia.