Os preços no consumidor na Alemanha aumentaram 1,5% em agosto, comparativamente a igual mês do ano anterior, anunciou hoje o Departamento Federal de Estatísticas germânico (Destatis).

Este valor supõe um abrandamento da inflação em relação aos meses anteriores, depois de os preços terem subido 1,9% em termos homólogos em julho e 1,8% em junho.

O abrandamento na subida dos preços ao consumidor em agosto deve-se especialmente à estabilização dos preços do setor energético, segundo a instituição germânica, com sede em Wiesbaden, na Alemanha.

Pelo contrário, os preços dos produtos alimentares foram os que mais subiram, com uma variação homóloga de 4,9%.