O Barclays quer fechar mais cerca de 60 balcões em Portugal, país onde a presença deixou de ser estratégica, e reduzir entre 350 a 400 postos de trabalho, disseram fontes da instituição bancária à Lusa.

Segundo as mesmas fontes, este novo plano - o terceiro em três anos - está já aprovado por Londres e vai ser lançado nas próximas semanas. O objetivo é, segundo as mesmas fontes, implementá-lo até ao final do ano.

«Este 'Plano Social' prevê o encerramento de mais cerca de 60 agências e uma redução de 350 a 400 pessoas», disse uma das fontes, acrescentando que a comunicação dos planos do grupo aos sindicatos deverá dar-se "muito em breve".