A taxa de desemprego nos Estados Unidos fixou-se em 6,1% em agosto, contra os 6,2% em julho, segundo o Departamento do Trabalho norte-americano. Já a criação de postos de trabalho abrandou.

Os dados divulgados indicam que durante o mês de agosto foram criados 142 mil postos de trabalho, menos do que os 223 mil previstos pelos analistas. Em julho tinham sido criados 212 mil, número revisto em alta.

Lembra a Lusa que a percentagem de desempregados está muito abaixo dos 6,6% registados no início deste ano e ainda mais dos 7,2% de agosto de 2013, mas a criação de emprego foi mais moderada e mostra que a situação do mercado laboral ainda enfrenta alguns obstáculos, com uma elevada percentagem de contratos a tempo parcial e de pessoas a desistirem de procurar trabalho.

O número de desempregados nos Estados Unidos é de 9,6 milhões e há 7,3 milhões de trabalhadores a tempo parcial por não encontrarem um emprego a tempo inteiro.

Os mercados norte-americanos seguem em queda nesta sessão de sexta-feira. O índice industrial Dow Jones cai 0,22% e o índice tecnológico, o Nasdaq perde 0,16%.