Portugal surge em 9º lugar no ranking dos 10 países do euro em que a riqueza per capita encolheu com a crise. Os dados são do Banco Central Europeu e mostram que entre 2009 e 2013 cada português viu a sua riqueza encolher em média 307 euros.

Este número está bem longe da média de 18.500 euros que cada irlandês perdeu. O país lidera o ranking, seguido pelos gregos, que perderam em média 16.909 euros. Na terceira posição surge a Espanha com uma perda média de riqueza per capita de 12.780 euros.

Apenas a Eslováquia perdeu menos que Portugal, o país teve uma quebra de rendimento médio per capita de 230 euros.

Mas nem todos os países do euro perderam com a crise, aliás, houve oito países que viram mesmo a sua riqueza per capita aumentar. É o caso dos holandeses, com uma média de 33.621 euros, os belgas, com o aumento de riqueza média de 24.005 euros e os alemães, com uma subida média de rendimento de 19.277 euros.

Fazendo as contas ao total da zona euro, a média é positiva: 6.570 euros.