A emigração portuguesa para o Reino Unido quebrou a tendência de estabilização ao subir 22% entre setembro de 2014 e setembro de 2015 face ao mesmo período entre 2013 e 2014, segundo estatísticas oficiais publicadas esta quinta-feira.

De acordo com os números do Ministério do Trabalho e Pensões britânico, 34.145 nacionais portugueses pediram naquele período um número de segurança social, obrigatório para qualquer contrato de trabalho.

Este valor representa um aumento de 6.099 face aos 28.046 portugueses que se registaram para trabalhar pela primeira vez nos 12 meses anteriores a setembro de 2014.


Em 2013 e 2014 terão emigrado de Portugal cerca de 110 mil pessoas, mas 2015 já registou um ligeiro decréscimo, segundo dados divulgados em outubro pelo Observatório da Emigração.

Os dados do Observatório concluem que, atualmente, 85% da emigração portuguesa tem como destino a Europa. As únicas exceções são Angola e Moçambique, para onde também de verifica um fluxo significativo.