Os bancos controlados por espanhóis ou com maioria de capital espanhol valem mais de um quarto da banca portuguesa em termos de ativos, detendo uma quota de cerca de 28%, segundo cálculos efetuados pela Lusa baseados em dados da Associação Portuguesa de Bancos (APB).

O ativo total do sistema bancário português (aplicações noutras instituições de crédito, instrumentos de capital e de dívida e créditos, entre outros) era pouco mais de 400 mil milhões de euros em junho de 2015, segundo os balanços consolidados de 17 instituições financeiras disponíveis no ‘site’ da APB.

O banco estatal Caixa Geral de Depósitos ocupava o lugar cimeiro em termos do valor de ativos, representando um quarto do total (cerca de 100 mil milhões de euros), surgindo em segundo lugar o maior banco privado português, o Millenium BCP (quase 79 mil milhões de euros), que tem como acionistas de referência a angolana Sonangol (17,8%) e o grupo espanhol Sabadell (5%).