Os bancos portugueses reduziram a dependência do Banco Central Europeu (BCE) em março, pelo sétimo mês consecutivo, para os 45.047 milhões de euros, o valor mais baixo desde julho de 2011.

De acordo com os números hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP), o valor dos empréstimos do BCE à banca portuguesa fixou-se nos 45.047 milhões de euros em março, estando em queda há sete meses consecutivos e em mínimos de quase três anos.

Este montante já não era tão baixo desde julho de 2011, mês em que os empréstimos do BCE concedidos aos bancos nacionais atingiram os 44.225 milhões de euros.

Os bancos portugueses têm recorrido à cedência de liquidez do BCE para ultrapassar os constrangimentos sentidos no mercado interbancário europeu, tendo vindo a reduzir esta dependência desde junho de 2012, quando os empréstimos atingiram um valor recorde de 60.502 milhões de euros.