Até ao final desta semana. Este é o prazo dado aos três estabelecimentos da McDonald's na Islândia para fecharem as portas.

A decisão surgiu depois dos custos terem duplicado ao longo de 2008, devido à forte desvalorização da coroa islandesa, referiu a Lyst, proprietária dos direitos de franchising da cadeia de «fast-food», à agência Bloomberg.

Para a situação melhorar seria necessário «aumentar os preços em 20%», o que «elevaria o preço do Big Mac para as 780 coroas [6,36 dólares], contra as actuais 650 coroas», disse o presidente-executivo da Lyst, Magnus Ogmundsson.

A moeda da Islândia caiu 80 por cento face ao euro depois da falência, no ano passado, dos maiores bancos do país.