A Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) anunciou hoje ter registado um prejuízo de 7,9 milhões de euros no primeiro semestre do ano, o que representou uma melhoria de 22,8 milhões face ao resultado homólogo de 2014.
 

“Os resultados líquidos do primeiro semestre foram negativos, de cerca de oito milhões de euros, registando uma redução de 22,8 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2014”, pode ler-se no relatório e contas do primeiro semestre, divulgado hoje junto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


Os resultados operacionais da empresa de transportes rodoviários do Porto sofreram uma quebra de 36,2% entre os primeiros seis meses de ano e igual período de 2014, cifrando-se em 4,9 milhões de euros negativos.

No primeiro semestre de 2015, por comparação ao homólogo do ano passado, deu-se também uma redução de 67 efetivos no pessoal, tendo a STCP fechado o mês de junho com 1.140 funcionários.

A STCP verificou também uma descida do número de passageiros transportados, que passaram de 37,932 milhões no primeiro semestre de 2014 para 35,36 milhões em igual período deste ano.

Em maio, a empresa havia anunciado que o prejuízo mais do que triplicou em 2014 face a 2013, atingindo os 54,4 milhões de euros.


“O resultado líquido do exercício foi negativo, em 54,4 milhões de euros, mais 39,6 milhões de euros que em 2013. Esta evolução resulta do agravamento dos resultados financeiros em 38,4 milhões de euros e dos resultados operacionais em 1,2 milhões de euros”, divulgou então a empresa.