O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, admitiu esta quinta-feira alargar o tipo de veículos de transporte de mercadorias com desconto nas antigas SCUT e anunciou a intenção de reforçar esses descontos.

«Podemos tentar construir um caso em cima do anterior, para reduzir os custos de transporte», afirmou Sérgio Monteiro, num encontro com empresários do setor, referindo-se ao atual sistema de descontos de 10 e 15 por cento sobre o valor da portagem de que os camionistas beneficiam consoante o horário do transporte de mercadorias.

Sem especificar como poderá ser feito esse aumento de descontos, ou quem vai beneficiar deles, o governante salientou que essa redução do custo de transporte não pode, no entanto, pôr em causa as contas da Estradas de Portugal, através de uma perda de receitas.

Sérgio Monteiro revelou também a intenção de «alargar o tipo de veículos» que beneficiam daqueles descontos nas portagens, mas não adiantou pormenores.

Em finais de 2012, o Governo anunciou um novo regime para as empresas transportadoras de mercadorias continuarem a beneficiar de um desconto adicional de dez por cento nas passagens, durante o dia, e de 25%, à noite, sobre as novas tarifas, o que totaliza uma redução de 25 e 40 por cento, respetivamente.