Uma multinacional francesa instalada em Ponte de Lima vai promover um Dia do Emprego para mostrar a fábrica situada em Calvelo com o objetivo de contratar cerca de 70 trabalhadores até início de 2018.

Queremos contratar 50 operadores de produção e entre 15 a 20 técnicos e quadros superiores que se vão juntar aos 450 trabalhadores já a laborar na fábrica de Ponte de Lima. O nosso objetivo é chegar a 2018 com cerca de 515 a 520 funcionários", afirmou à agência Lusa, o diretor de recursos humanos da Atepeli - Ateliers de Ponte de Lima, Fernando Bravo.

A multinacional fabrica componentes de malas, carteiras, porta-cartões, entre outros artigos "de elevada qualidade, típica do setor do luxo" para marcas como Louis Vuitton.

No próximo dia 14, entre as 08:30 e as 12:00, a empresa vai abrir as portas da fábrica de Calvelo "para acolher candidatos que estejam à procura de trabalho e tenham interesse em conhecer a empresa e as ofertas de emprego".

Trata-se da segunda edição desta iniciativa que, "em 2016 registou um grande sucesso" por incluir, no mesmo dia, as entrevistas, testes e a divulgação do resultado do processo de recrutamento.

O ano passado o Dia do Emprego correu muito bem e, portanto, decidimos repetir este formato diferente do habitual, concentrando todo o procedimento num único dia. É também uma forma de os candidatos conhecerem a empresa e de nós nos darmos a conhecer", afirmou Fernando Bravo.

A empresa está à procura de "operadores de produção, técnicos com formação universitária em diferentes áreas" para fazer face "ao constante crescimento" do negócio.

A Atepeli - Ateliers de Ponte de Lima iniciou a laboração em 2011, nas instalações de uma fábrica de confeção entretanto desativada. Começou com seis trabalhadores, em 2015 passou a contar com 342 tendo, atualmente, 450 funcionários.

A fábrica de Calvelo, em Ponte de Lima, "está próximo dos concelhos vizinhos de Vila Verde, Braga, Barcelos e Viana do Castelo, pelo que tem trabalhadores residentes em todos esses concelhos".

A fábrica de Ponte de Lima está integrada num dos maiores grupos multinacionais de produtos de luxo, presente em mais de 60 países.