O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, diz que o segundo trimestre deste ano pode ter sido o primeiro de «regresso ao crescimento económico» para Portugal. A confirmar-se, será o primeiro crescimento em dez trimestres.

O ministro, que falava durante a inauguração do Pedras Salgadas spa & nature park, em Vila Pouca de Aguiar, afirmou que a economia «dá agora sinais, pela primeira vez desde o início da crise, de melhorias», cita a Lusa.

«Vemos esses sinais no aumento da produção industrial ou das exportações que tornam Portugal um dos países da Europa com maior aumento no último trimestre da produção industrial ou das exportações», referiu.

«Teremos de ser capazes de concretizar e de ter confiança nestes sinais que são muito positivos», frisou.

No entanto, ressalvou que «isso não significa que tudo esteja feito». «Há ainda muito para fazer, há ainda sacrifícios que os portugueses vão ter que cumprir, mas sacrifícios que serão justificados precisamente pela nossa capacidade de demonstrar que os nossos sacrifícios fazem sentido para criar uma economia que seja finalmente competitiva e sustentável», sublinhou.

Poiares Maduro salientou a necessidade do país «prosseguir e aprofundar reformas» e, nesse contexto, fez questão de destacar o «valor do compromisso da negociação na procura de consensualização de algumas dessas reformas».