A produção industrial da China cresceu em julho, registando a maior aceleração em cerca de dois anos, demonstram dados oficiais revelados esta sexta-feira.

De acordo com os indicadores preliminares da atividade industrial chinesa, o Purchasing Managers Index (PMI) atingiu em julho 51,7, acima dos 51,0 registados em junho, um valor que é apontado como a melhor marca desde os 53,3 de abril de 2012.

Aquele índice mensal é estabelecido com base nos dados fornecidos pelos gestores de mais de 800 companhias de 20 indústrias diferentes.

Quando está abaixo dos 50%, o PMI sugere uma contração da produção.

A China é a segunda maior economia do mundo, a seguir aos Estados Unidos.

A China atingiu um crescimento económico de 7,5% no segundo trimestre deste ano, acima dos 7,4% registados no primeiro trimestre.

As autoridades chinesas têm, desde abril, introduzido uma série de medidas para impulsionar o crescimento económico, incluindo incentivos fiscais para as pequenas empresas, despesas em infraestrutura específicas, e incentivos para encorajar os empréstimos em áreas rurais e para as pequenas empresas.

Em março, a China fixou em 7,5% a meta de crescimento para este ano, o mesmo valor do ano passado.