O ministro da Economia, António Pires de Lima, disse esta terça-feira que os subsídios de transporte para os funcionários do setor vão aumentar de 25% para 75% e os familiares passam a ter apoios de 50%.

Pires de Lima falava na Assembleia República, nas comissões de Orçamento, Finanças e Administração Pública e de Economia e Obras Públicas, no âmbito do debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2014.

«O subsídio que vai ser dado aos trabalhadores das empresas de transportes passa de 25% para 75% e o dos familiares passa de 0 para 50%», afirmou o ministro, em resposta a uma questão do deputado comunista Bruno Dias.

«É uma questão de equidade que continua a ser dada noutros regimes de estatuto público», disse.