O ministro da Economia, Pires de Lima, mostrou-se convicto esta quinta-feira na Assembleia da República que «vivemos um tempo de viragem económica», mas que «prudência na análise continua a ser o meu tom».

«As reformas estão a ajudar e a diplomacia económica também. Não reconhecer sinais positivos é desvalorizar e não reconhecer o extraordinário mérito dos empresários e dos trabalhadores que têm conquistado quota de mercado no exterior», realçou o ministro.

Durante a sua intervenção, Pires de Lima anunciou ainda que o Governo vai apresentar no curto prazo o modelo do banco de desenvolvimento, que estará operacional até ao verão do próximo ano.

«Muito em breve iremos apresentar o modelo para a instituição financeira de desenvolvimento. Vai ser uma instituição muito importante para o financiamento e para a capitalização das nossas empresas», realçou o governante.