Portugal ficou em primeiro lugar na eleição europeia para a direção da Organização Mundial de Turismo, disse esta terça-feira à Lusa o ministro da Economia, António Pires de Lima.

“Portugal ficou em primeiro lugar na eleição europeia, com 29 votos em 33 possíveis”, afirmou António Pires de Lima, que se encontra na Colômbia a participar na assembleia-geral da Organização Mundial de Turismo, que termina quinta-feira.

Para o ministro da Economia, eleição significa o “reconhecimento da importância que o turismo tem em Portugal” e do papel reformador que o país assumiu em muitas áreas.

“Acho que este ganho de peso institucional por parte de Portugal nos grandes fóruns internacionais de turismo, nomeadamente nesta organização, acaba por ser uma consequência normal daquilo que o turismo vale em Portugal e da força que os empresários do setor têm demonstrado um pouco por todo o mundo”, sublinhou o ministro.

Segundo o ministro, aquela votação é uma responsabilidade acrescida, mas também uma “oportunidade de Portugal influenciar as políticas a nível mundial”.

“Portugal é um exemplo de saber acolher os outros e creio que também por isso a nossa candidatura foi especialmente acarinhada e votado na União Europeia”, sublinhou.