O ministro da Economia, António Pires de Lima, afirmou esta sexta-feira em declarações à Lusa, que é «muito bom para Portugal» ver o seu trabalho reconhecido pela Alemanha.

Alemanha diz que Portugal está no «bom caminho»



O Governo Federal alemão publicou hoje um comunicado, no seu portal de Internet, onde afirma que Portugal «está no bom caminho», no mesmo dia em que o ministro da Economia se encontra em Berlim em missão de captação de investimento.

Instado pela Lusa a comentar o tema, António Pires de Lima disse ser «muito bom ver esse trabalho reconhecido por um parceiro europeu com a força e a importância da Alemanha».

Nesse sentido, «é evidente que ficamos todos muito satisfeitos por ver o reconhecimento traduzido num documento da chancelaria», sublinhou o governante, no entanto, manifestou-se prudente.

«Estamos a iniciar um processo de retoma e é preciso ter um discurso de confiança, mas um discurso realista e eu acho que o pior sinal que se poderia dar no momento em que estamos a iniciar um processo de retoma é entrar num discurso de euforia», acrescentou.

Pires de Lima reconheceu «que é muito bom para Portugal ver o seu trabalho reconhecido, tanto do ponto de vista de ajustamento financeiro, como do ponto de vista económico», destacando o papel das empresas e também do Governo, enquanto «sólido parceiro».

No entanto, «a hora é de continuar a trabalhar ao nível do Governo, do Estado, como parceiros do setor privado português para que estes dados se possam consolidar tanto em termos de exportações, como em termos de estabilização do consumo privado, como finalmente em termos de uma agenda mais dinâmica e mobilizadora de atração de investimento», salientou.

O embaixador português na Alemanha, Luís de Almeida Sampaio, disse à Lusa que Berlim «acompanha o que se passa em Portugal com maior atenção, com grande esperança e com expectativa».

Considerou que a visita do ministro da Economia a Berlim, no contexto atual, «tem um significado político e económico que é incontornável».

O diplomata acrescentou que «não é todos os dias [que a chancelaria alemã] emite comunicados», nomeadamente «sobre Portugal, especialmente com este tom».

«Repito sistematicamente que Portugal pode transformar-se numa história de sucesso», isto porque «a Alemanha precisa», porque «a União Europeia precisa e é exatamente nesse sentido, com toda a determinação, que estamos a trabalhar», concluiu.

No comunicado, o Governo alemão refere que «Portugal recebe auxílio financeiro do pacote de resgate europeu desde maio de 2011» e que «o país tem progredido, desde então, na implementação do programa de reformas acordado».

Para a Alemanha, «os esforços estão a dar resultados».

Este comunicado surge um dia depois do Instituto Nacional de Estatística (INE) ter divulgado que a economia portuguesa cresceu no terceiro trimestre, um andamento de 0,2%, deixando de estar em recessão em termos técnicos.

António Pires de Lima está hoje em Berlim, onde tem mantido reuniões com várias entidades alemãs, entre as quais a BDI, federação da indústria alemã, e marcou presença no simpósio anual da BME, maior associação de compradores de logística da Alemanha.