A greve de pilotos da Air France vai levar ao cancelamento de, pelo menos, cinco voos com partida e destino ao aeroporto de Lisboa na sexta-feira, segundo a informação publicada no site da ANA ¿ Aeroportos de Portugal.

De acordo com a informação da ANA, disponível ao final da tarde, foram cancelados dois voos que a Air France deveria realizar na sexta-feira com partida do aeroporto da Portela e destino ao aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, às 11:55 e às 18:40.

Foram também cancelados três voos da Air France provenientes do aeroporto Charles de Gaulle com destino a Lisboa, onde deveriam chegar às 11:05, às 17:50 e às 22:20 de sexta-feira.

Na origem dos cancelamentos está uma greve de pilotos da Air France, em protesto contra as condições de desenvolvimento da filial de baixo custo da transportadora, a Transavia (empresa independente do grupo Air France-KLM), nota a Lusa.

A paralisação, que começou no dia 15, foi convocada pelo sindicato que representa a maioria dos pilotos daquela companhia (o SNPL) e deveria ter terminado na segunda-feira, mas os pilotos decidiram prolongá-la até sexta-feira.

Na segunda-feira, os pilotos da Air France rejeitaram uma «última» proposta da administração da companhia para suspender provisoriamente o projeto de desenvolvimento da Transavia, por considerarem que isso não resolveria o problema.

Os pilotos, que consideram que as suas condições laborais irão sofrer uma deterioração, opõem-se à transferência dos comandantes para a nova companhia aérea de baixo custo e criticam que esta seja constituída como uma empresa sujeita às regras do direito europeu, e não francês, o que levará à deslocalização dos postos de trabalho.

Cada dia de greve representa um prejuízo entre 10 a 15 milhões de euros, segundo dados da empresa, que tem aconselhado os viajantes a adiar os voos para depois da greve.

Esta paralisação dos pilotos é considerada a maior desde a greve que estes profissionais fizeram em 1998.