O Instituto Nacional de Estatística (INE) deve confirmar esta sexta-feira um crescimento económico de 1,4% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o período homólogo e de 0,4% face ao último trimestre do ano passado.

Há cerca de quinze dias, o INE divulgou a estimativa rápida das Contas Nacionais do primeiro trimestre de 2015, avançando que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,4% em termos homólogos e 0,4% perante o trimestre anterior.

Hoje, o INE divulga as Contas Nacionais do primeiro trimestre, devendo confirmar estes números, indicadores que estão em linha com o objetivo do Governo para a melhoria do PIB no conjunto de 2015, que, segundo o Programa de Estabilidade, é de 1,6%.

Os dados do INE divulgados a 13 de maio coincidem com as estimativas menos otimistas apresentadas por analistas e departamentos de estudos económicos contactados pela agência Lusa, que oscilavam entre 1,4% e 2,1% em termos homólogos e entre 0,4% e 1% face ao último trimestre do ano passado.

Nessa altura, o INE justificou a aceleração de 1,4% em volume do PIB com o “aumento do contributo da procura externa líquida”, em resultado do “abrandamento das importações de bens e serviços e da aceleração das exportações de bens e serviços”.

Já o aumento de 0,4% em termos reais no primeiro trimestre face ao anterior reflete o contributo positivo da procura interna, uma variação idêntica à verificada nos últimos três meses de 2014, face ao trimestre precedente, explicou o INE.