O lucro da petrolífera Royal Dutch Shell atingiu os 9.170 milhões de dólares (7.867 milhões de euros) até setembro, o triplo do resultado líquido de 3.034 milhões de dólares (2.603 milhões de euros), obtido no mesmo período do ano passado.

Num comunicado enviado ao mercado em Londres, a petrolífera, cujo lucro aumentou 202%, explicou que o resultado se deveu à melhoria do rendimento das suas áreas de negócio de gás e petróleo.

O presidente-executivo da Shell, Ben van Beurden, referiu que todos os setores da empresa contribuíram para estes “fortes resultados”, enquanto o preço médio do barril de Brent, situou-se em 52 dólares.

A faturação da multinacional nos nove primeiros meses deste ano foi de 219.757 milhões de dólares (188.551 milhões de euros), mais 30,1% na comparação com igual período do ano anterior, que publica os resultados em dólares por ser a divisa em que está cotado internacionalmente o barril de petróleo.

A Shell anunciou um dividendo provisório correspondente ao terceiro trimestre deste ano de 0,47 cêntimos de dólar (0,403 cêntimos de euro).