O Conselho de Ministros do Peru aprovou esta quinta-feira uma redução de impostos para as pessoas com rendimentos mais baixos, como parte de um pacote de medidas para estimular o crescimento da economia.

A decisão, que foi anunciada em conferência de imprensa, mas ainda carece de ser aprovada pelo Congresso, faz parte de um grupo de medidas lançadas pelo Executivo.

Segundo o ministro da Economia e Finanças, Alonso Segura, noticia a Lusa, o Governo vai enviar para o Congresso um projeto de lei que reduz gradualmente o imposto de renda na terceira categoria, que se aplica aos lucros das empresas, dos atuais 30% para 28% em 2015, 27% em 2017 e 26% em 2019.

A primeira-ministra, Ana Jara, indicou que o imposto de renda será também reduzido de 15% para 8% a partir de 1 de janeiro para os contribuintes da quarta e quinta categoria, que ganham entre 9.172 e 15.724 dólares (entre 7.300 e 12.500 euros) por ano.

Estas reformas vão permitir que 1,2 milhões de peruanos paguem menos impostos a partir do próximo ano, o que custará 344,8 milhões de dólares (cerca de 275 milhões de euros) por ano aos cofres do Estado, disse a primeira-ministra.