O Governo está a preparar-se para alterar as taxas de contribuição extraordinária de solidariedade sobre as pensões (CES. Segundo o Correio da Manhã, essa contribuição poderá variar entre os 2,5% e os 12%. A taxa atual varia entre 3,5% e 10%.

O objetivo do Governo é compensar o chumbo do Tribunal Constitucional ao diploma de convergência de pensões, sendo que a CES deve começar a ser aplicada a pane~soes a partir dos mil euros, em vez dos atuais 1350 euros.

As pensões de 2 mil euros, por exemplo, poderão ser agravadas em 4 ou 5% de penalização. Isso porque o Executivo pondera aplicar à CES um princípio semelhante ao aplicado na redução dos salários dos funcionários públicos em 2014.

São mais 100 mil pensionistas que deverão ser afetados.