Os pensionistas estão a receber pensões mais baixas este mês, que já estão a ser pagas. Isso acontece por causa do fim do pagamento de 50% do subsídio de natal em duodécimos.

Nem a atualização anual de pensões, nem o aumento extraordinário em agosto compensam esta descida sentida no final de cada mês, embora quando o ano chegar ao fim até tenham recebido, no final de contas, mais dinheiro.

Com o Orçamento do Estado, 2018 começou com a boa notícia da atualização para todas as pensões já este mês, por via da inflação, e haverá aumento extraordinário em agosto para quem ganha até 555 euros.

Só que, com o fim do pagamento do subsídio de Natal em duodécimos, as pensões podem sofrer uma redução até 3%, sentida já a partir deste mês.

As contas da consultora PwC

Pensão de 600 euros sem duodécimos - 6 €
Pensão de 1.000 € sem duodécimos - 20 €
Pensão de 2.000 € sem duodécimos - 33 €

Veja aqui mais simulações

Mas, atenção, não é para sempre. Esta descida vai ser compensada já no final do ano quando, lá está, cada pensionista receber o subsídio de natal por inteiro.

Daí que no conjunto total do ano as pensões vão subir para todos os reformados. O que acontece é que, em termos mensais, até novembro deste ano a gestão do orçamento será mais apertada.