Os serviços da Segurança Social penhoraram bens e rendimentos no valor de 4,6 mil milhões de euros em 2013, um aumento de 43,7% em relação ao ano anterior, revela o jornal ¿i¿.

A segurança Social celebrou novos contratos para pagamento a prestações de dívidas em atraso no valor de 520,6 milhões de euros em 2013, mas o montante a recuperar é inferior aos 720 milhões «acordados» em 2012.

Em 2012, as dívidas à Segurança Social aumentaram 10,5%, e apesar de o os serviços do ministério terem recuperado 583 milhões, o valor da dívida líquida ativa acumulada aumentou para os 2,9 mil milhões de euros.

Além dos 520,6 milhões que vão ser recuperados em prestações, o perdão de dívidas ao Estado permitiu recuperar 232 milhões de euros em dívidas em atraso.