Os bens penhorados pelo Fisco vão ser leiloados na internet.

A Câmara dos Solicitadores criou uma plataforma informática para vender os bens móveis e imóveis confiscados nas cobranças de dívidas e o objetivo é tornar o processo mais rápido e mais rentável.

Segundo explica o presidente da Câmara dos Solicitadores, José Carlos Resende, citado pelo «Jornal de Negócios», é que este sistema «terá uma celeridade impressionante e os bens poderão ser vendidos por valores muito superiores e mais próximos dos preços de mercado». Adianta que, por outro lado, «evitará vendas ao desbarato, que agora por vezes acontecem com o sistema da venda comum».

Os leilões eletrónicos devem arrancar já no final do próximo mês, depois da validação do Ministério da Justiça.