O ministro da Solidariedade, Emprego e da Segurança Social, Pedro Mota Soares, afirmou hoje que o ajustamento salarial nos privados já foi efetuado e que o Governo «não vai aceitar nenhuma medida» nesse sentido.

«Quero dizer muito claramente que, na perspetiva do Governo, o ajustamento salarial dos privados já foi feito e que o Governo não aceitará medidas para continuar a fazer esse ajustamento», disse, à margem da assinatura de um acordo entre a Misericórdia de Lisboa e a União das Misericórdias Portuguesas, que decorreu no Barreiro.

«Discordo do que uma parte da troika tem dito sobre essa matéria. O ajustamento salarial no privado em Portugal já foi feito e este é o tempo de recuperar o emprego e a economia, é o desafio que temos pela frente», disse ainda Mota Soares.

A troika reuniu-se hoje com os parceiros sociais, no âmbito da 12.ª e última avaliação dos técnicos do Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu ao programa de ajustamento português.