O secretário de Estado do Empreendedorismo e da Inovação, Pedro Gonçalves, disse hoje que um quarto dos Fundos Revitalizar, destinados à recapitalização de PME com planos de negócios viáveis, estão já «comprometidos».

«Dos 220 milhões disponibilizados (até fim de junho de 2015), cerca de 25% estão nesta altura já comprometidos», disse o governante à agência Lusa à margem de um seminário sobre Inovação, organizado pela Ordem dos Economistas.

Lançados em setembro, os Fundos Revitalizar - três no total a serem geridos por capitais de risco - reúnem 110 milhões de euros que correspondem à participação de fundos comunitários do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e outros 110 milhões de euros, que correspondem à participação de um total de sete bancos comerciais.

O programa foi anunciado em Conselho de Ministros, a 19 de janeiro de 2012, e tem como objetivo promover a capitalização de empresas com planos de expansão e crescimento, com situação financeira equilibrada e sustentável, mas com necessidade de reforço de capital num contexto de revitalização ou reorientação estratégica de mercado, produto ou modelo de gestão.