O vice-primeiro-ministro de Portugal, Paulo Portas, reuniu-se esta quinta-feira em Brasília com o vice-Presidente de Angola, Manuel Vicente, à margem da cerimónia de posse da Presidente brasileira Dilma Rousseff, disse à Lusa fonte do gabinete do governante português.

«É muito bom sinal do nível dos relacionamentos de Portugal e Angola começar o ano de 2015 com uma reunião a esse nível», disse Paulo Portas no final do encontro.

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Georges Chikoti, também participou na reunião que, segundo fontes diplomáticas, se focou sobretudo em torno de «temas económicos».

O encontro foi considerado de grande relevância, especialmente após os momentos de tensão nas relações bilaterais no último ano.

Lisboa e Luanda tinham acordado a realização da primeira cimeira bilateral, que deveria decorrer em fevereiro de 2014, em Angola, mas em outubro de 2013 o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou o fim do projeto para estabelecer uma cooperação estratégica com Portugal.

Alguns dias antes, em entrevista à Rádio Nacional de Angola, o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Rui Machete, tinha pedido desculpa a Luanda pelas investigações do Ministério Público português, declarações que provocaram polémica em Lisboa.

Entetanto, no passado dia 21 de julho, aquando da estada em Angola para visitar a Feira Internacional de Luanda (FILDA), o vice-primeiro-ministro Paulo Portas caracterizou a relação de Portugal com Angola como «intensa».

«As relações económicas entre Angola e Portugal são fortíssimas, eu diria mesmo que não há nenhum outro país no mundo com quem Portugal tenha uma relação tão intensa como com Angola», afirmou Paulo Portas.

Na ocasião, o vice-primeiro-ministro destacou, a propósito da eição de 2014 da FILDA, que o volume das trocas comerciais entre os dois países, em ambos os sentidos, atingiram em 2013 «a melhor marca de sempre» e já ultrapassam os 7.500 milhões de euros anuais.

Tendência que, ainda segundo Paulo Portas, se repetiu em 2014, com as exportações entre os dois países novamente a crescer. Além disso, recordou, Angola é hoje «o primeiro cliente de Portugal fora da Europa», com 8.800 empresas portuguesas a atuarem no mercado angolano.

Paulo Portas e Manuel Vicente participam hoje na cerimónia de posse de Dilma Rousseff para o seu segundo mandato.