O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, disse esta sexta-feira que Portugal não está numa situação ideal, mas é um dos três países da União Europeia que mais vão crescer este ano e o crescimento será "acima dos 2%" nos próximos anos.

"Não estamos numa situação ideal. À nossa volta, a zona Euro ainda é muito anémica, mas não deixa de ser um sinal dos tempos que três dos países que vão crescer mais em 2015 sejam, precisamente, os países que fizeram reformas, Portugal, Irlanda e Espanha", que têm "níveis de crescimento económico superiores a muitos outros países da União Europeia e claramente entre os países que crescem mais na zona euro", disse Paulo Portas, em Aljustrel.