O Ministério das Finanças retirou um conjunto de funcionalidades do portal das Finanças com o objetivo de evitar problemas na submissão das declarações de impostos adiantou ao semanário Expresso o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

«De acordo com informações da Autoridade Tributária e Aduaneira, o Portal das Finanças está operacional, permitindo o preenchimento e submissão da declaração de IRS referente ao ano de 2013», refere Paulo Núncio.

Segundo o secretário de Estado, «foi decidido suspender o acesso a alguns serviços não essenciais do Portal (não relacionados com as declarações de IRS), de forma a agilizar a submissão destas declarações fiscais por parte dos contribuintes».

Esta decisão enquadra-se no facto de o prazo para entregar a declaração de IRS através da internet, para trabalhadores dependentes (categoria A) e pensionistas (categoria H), terminar na quarta-feira e haver um aumento do número de contribuintes que entregam as declarações perto do final do prazo.

Quem entrar no portal das Finanças encontra uma mensagem de «indisponibilidade de serviço» que refere que «por motivos de ordem técnica alguns serviços podem não estar disponíveis».

Alguns profissionais da área da contabilidade contestam a situação, referindo que o facto de não conseguirem ter acesso às informações de que necessitam atrasa o seu trabalho.