O ministro da Economia, Pires de Lima, garantiu esta segunda-feira que «o Governo está coeso e sólido como sempre esteve», ao ser questionado sobre o facto de ter defendido este fim-de-semana que os portugueses não merecem um novo aumento de impostos.

Questionado pelos jornalistas sobre eventuais divergências entre as declarações que fez numa entrevista dada ao Diário de Notícias e à TSF, este fim-de-semana, e a posição de Pedro Passos Coelho, o ministro afirmou que ter defendido que «os portugueses não merecem novo aumento de impostos não é uma afronta ou qualquer espécie de dissonância» relativamente ao Governo e ao primeiro-ministro.

Pires de Lima falava no final da apresentação da Agenda para a Competitividade do Comércio, Serviços e Restauração 2014-2020, que se realizou hoje ao final da manhã no Ministério da Economia, em Lisboa.