O primeiro-ministro elogiou esta sexta-feira, em Vila Real, os empreendedores e as empresas portuguesas, considerando que são a «melhor qualidade» para vencer os desafios do Douro, da cidade e do país.

Pedro Passos Coelho participou na gala do Prémio Douro Empreendedor, que decorreu na Universidade de Vila Real.

«Os nossos empreendedores, as nossas empresas são sem dúvida nenhuma a nossa melhor qualidade e o nosso melhor material para poder vencer enquanto país, entanto cidade e, neste caso, também enquanto Douro», salientou.


O chefe do Governo sublinhou que a adversidade pode muitas vezes ser «um desafio que aguça o engenho» e considerou que o Douro é disso «um bom exemplo». Passos Coelho destacou as condições excecionais da região, às quais, defendeu, é preciso associar a «inovação, o saber e o valor».

Na edição deste ano do Prémio Douro Empreededor foram entregues cinco prémios e o produtor de vinhos Dirk Niepoort, 50 anos, foi distinguido como a «Personalidade do Douro».

«Algo me diz que o Douro vai entrar numa moda fantástica pela sua beleza e qualidade de vinho. Temos obrigação de usar essa moda positivamente», afirmou o Dirk Niepoort, após receber o galardão e também um tributo do primeiro-ministro.

A melhor empresa com menos de dois anos é a Douro Skin Care. Com a marca DVine, a empresa desenvolve e comercializa produtos de cosmética feito á base de matérias-primas do Douro, como o Vinho do Porto.

A distinção de empresas com mais de dois anos foi para a Lavradores de Feitoria, um projeto com 14 anos que resultou da união de 16 produtores, proprietários de 20 quintas, somando uma área total de vinha superior a 600 hectares.

Já a Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, da área de enoturismo, que inclui um restaurante, uma adega, uma loja, um «wine bar», circuitos pedestres e piscina entre vinhas, foi considerada o melhor projeto de Turismo Internacional.

A vertente criativa Douro Empreendedor, uma novidade na edição deste ano, distinguiu o cartaz «Mãos de Ouro» de João Costa e na categoria venceu o vídeo promocional do evento «Trail Run Réccua Douro Ultra-Trail» de João Marinho, o atleta de Amarante que está desaparecido nos Picos e que foi alvo de uma grande salva de palmas durante a cerimónia.

O prémio Douro Empreendedor foi lançado pela Rede Empreendouro, iniciativa impulsionada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), envolve mais de entidades públicas e privadas e pretende apoiar a criação de emprego no território.