A Direção-Geral do Património Cultural conta concluir o processo de autorização de expedição das obras de Miró «muito em breve», a tempo da leiloeira Christies arrancar com o roadshow que tem previsto para o próximo mês, avança o Diário Económico.

A Parvalorem já entregou todos os documentos solicitados, estando a ser analisado o processo. Espera-se que fique concluído muito em breve.

A autorização foi solicitada pela Parvalorem à DGCP no início de abril. O leilão das 85 obras está previsto para junho, em Londres, mas a saída das obras só poderá ocorrer quando estiverem esclarecidas todas as questões legais ligadas ao processo.