Ponto final. Ou ponto e vírgula, já que o relatório com cinco meses de debates em Comissão de Inquérito sobre o caso BANIF vai seguir para o presidente do Parlamento, Ferro Rodrigues, e em setembro chegará ao plenário.

Para já, o relatório final da comissão de inquérito ao BANIF, redigido pelo deputado socialista Eurico Brilhante Dias, foi aprovado esta quinta-feira. Votaram a favor PS, BE e PCP. O PSD a votou contra e o CDS-PP absteve-se.

Na última reunião, o PSD insistiu em várias propostas de alteração ao texto final. O deputado Carlos Abreu Amorim voltou a opor-se ao texto final, considerando haver um "rolo compressor da maioria" de esquerda na "tentativa de camuflar a importância de documentos e factos", segundo informação da Agência LUSA.

Houve alterações aceites

Pela parte do PS, o deputado João Galamba sublinhou haver propostas de alteração de CDS, BE e PCP que foram aceites pelo deputado relator.

Só não há nenhuma do PSD, porque o PSD decidiu não fazer nenhuma e atacar o relatório", sustentou o socialista.

O relatório final aprovado esta quinta-feira compreende mais de 100 horas de audições e vários meses de trabalho da comissão de inquérito, numa altura que já arrancou no parlamento uma outra comissão de inquérito na área da banca, referente à Caixa Geral de Depósitos.