Sérgio Monteiro referiu que os dois processos vão ficar assinados antes do final da legislatura, seguindo depois os "trâmites administrativos" normais para os casos.

"A privatização da CP Carga terá o acordo de compra e venda assinado na segunda-feira e subconcessão do Metro e Carris será assinada na quarta-feira. Ficam os processos assinados e depois seguem-se os trâmites administrativos, com a subconcessão a ser enviada para o Tribunal de Contas e privatização para a Autoridade da Concorrência", afirmou, à margem da assinatura do Consórcio 'ViaLisboa', que decorreu no Barreiro.

Totalidade da poupança nas PPP rodoviárias "está garantida"

Sérgio Monteiro disse também esta quarta-feira que a renegociação das parcerias público-privadas rodoviárias (PPP) está garantida na totalidade logo que o Tribunal de Contas der o visto aos contratos.

O Governo apenas garantiu uma poupança de 760 milhões de euros com a renegociação das parcerias público-privadas rodoviárias, 10% dos 7.350 milhões anunciados, estando o restante valor dependente de visto prévio do Tribunal de Contas aos contratos renegociados, tal como a Lusa divulgou no último sábado.