A Terra Peregrin, da empresária angolana Isabel do Santos, entregou esta segunda-feira, o projeto de prospeto e de anúncio de lançamento da oferta pública de aquisição (OPA) sobre a PT SGPS, disse fonte da empresa.

Os projetos «foram entregues à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários [CMVM] após o fecho do mercado», adiantou.

A 09 de novembro, a empresa anunciou a sua intenção de compra, oferecendo mais de 1,21 mil milhões de euros pela totalidade das ações da empresa portuguesa, ao preço de 1,35 euros por ação.

A PT SGPS detém 25% da Oi, enquanto a operadora brasileira controla cerca de 10% da empresa portuguesa.

Fonte oficial da CMVM confirmou à Lusa a entrega do pedido de registo da OPA e do projeto do prospeto.

Agora, a informação vai para «apreciação» do regulador.

Se a documentação estiver completa e não houver pedido de esclarecimentos, a aprovação do prospeto, o registo ou a sua recusa serão comunicados no prazo de oito dias corridos, de acordo com a lei.