Quem tem obrigações da Portugal Telecom corre o risco de perder, pelo menos parte, do seu investimento. Os títulos foram emitidos pela PT, em 2012, mas são da responsabilidade da brasileira Oi.

Com o processo de fusão, e depois da venda da PT Portugal à Altice, a Oi ficou responsável por esta emissão de 400 milhões de euros, através de uma sociedade localizada na Holanda, a PT International Finance, que efetua operações financeiras. 

Com um endividamento global superior a 10 mil milhões de euros, a Oi atravessa uma situação difícil e está a estudar a negociação da dívida da empresa. Em comunicado, a companhia não nega que os pequenos investidores do retalho sejam excluídos desta renegociação.

E, por isso, os quase 20 mil clientes que emprestaram dinheiro à antiga PT estão agora em suspenso, sem saberem se recebem o dinheiro investido ou se apenas conseguem ser ressarcidos de parte: é que neste momento as obrigações valem menos de metade do que em 2012, e estão a cotar apenas 49% do valor.