A Honda Motors vai chamar às oficinas mais 20 milhões de ‘airbags’ em todo o mundo fabricados pela empresa Takata, avança hoje o jornal japonês Nikkei.

A Takata tem tentado resolver o defeito nos seus sistemas de ‘airbag’ que faz com que estilhaços de metal e plástico sejam projetados na direção do condutor e passageiros. Esta falha tem sido apontada como responsável por graves ferimentos que, nalguns casos, foram fatais.

As autoridades norte-americanas já ordenaram à Honda, juntamente com outros fabricantes de automóveis, que chame às oficinas todas as unidades que não contenham o dessecante que impede que os explosivos nos ‘airbags’ se deteriorem.