A próxima semana será marcada por diversas greves, com destaque para o setor dos transportes públicos. No dia 8 de novembro também a Função Pública irá «fechar as portas.

Hoje, a primeira manhã de greve parcial na Soflusa, responsável pelas ligações fluviais Barreiro/Lisboa, registou uma adesão de 100%. A paralisação vai durar sete dias.

Sendo que na terça-feira, dia 5, os trabalhadores da Soflusa também vão fazer um plenário. Ainda neste dia, também os funcionários da EMEF não trabalham.

Dia 6 de será a vez da Refer, tal como os motoristas dos Transportes Coletivos do Barreiro.

Dia 7, quinta-feira, a situação pode piorar com a greve da CP, uma paragem parcial da Carris, e, ainda, greve e plenário na Sociedade de Transportes Coletivos do Porto.

No dia 8, além da Função Pública, irá também parar o Metro do Porto.

Para sábado ficou marcada uma manifestação em Lisboa.