“Porque não correu melhor? Porque não teve um custo bem diferente? Aí tenho alguma surpresa. Está a ser analisado e tem que haver resposta para isso”, reforçou.



“Sentimo-nos infelizes por não podermos concorrer. Foi uma pena, mas não podíamos”, afirmou, esclarecendo que o BCP nem sequer foi convidado pelo Banco de Portugal para estudar essa possibilidade.









“A consolidação [da banca em Portugal] faz sentido? Faz sentido. O Santander fez uma boa operação e vai num sentido certo de alguma consolidação”, assinalou.