O eurodeputado José Manuel Fernandes (PSD) foi nomeado relator pela Comissão dos Orçamentos do Parlamento Europeu (PE) para o plano Juncker, que quer mobilizar 315 mil milhões de euros em três anos para dinamizar a economia europeia.

José Manuel Fernandes será responsável pela posição da Comissão dos Orçamentos para o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (EFSI, na sigla inglesa), que suporta o plano Juncker.

O plano de investimento, que foi uma das bandeiras de Jean-Claude Juncker quando se apresentou como candidato a presidente da Comissão Europeia, foi apresentado em novembro e tem como suporte um fundo de investimento estabelecido em conjunto com o Banco Europeu de Investimento (BEI) – do EFSI.

Para José Manuel Fernandes, o plano Juncker pode assegurar «um reforço de peso nos recursos disponíveis para dar um novo impulso na criação de emprego, apoio às empresas e promoção do empreendedorismo».

Portugal, considerou em comunicado, poderá beneficiar do plano de investimentos especialmente na questão das interligações energéticas.

A aprovação do novo fundo deverá concretizar-se até junho, num processo de co-decisão pelo PE e o Conselho da UE.
Nomeado pela Comissão dos Orçamentos, José Manuel Fernandes assumirá o Plano Juncker juntamente com o alemão Udo Bullmann, indicado pela Comissão de Economia.