O índice de confiança dos portugueses elaborado pela consultora Nielsen atingiu o seu valor máximo desde 2006 ao aumentar em até quatro pontos no primeiro trimestre deste ano.

Segundo o Estudo Global de Confiança dos Consumidores da Nielsen, o índice de confiança do país "mantém a tendência elevada registada no segundo semestre de 2014", atingindo um valor total de 59 pontos, sendo que a segurança profissional mantém-se como a principal preocupação dos portugueses.

Portugal, à semelhança do que acontece em Espanha, que também aumentou o índice de confiança do consumidor em quatro pontos e atingiu o seu valor máximo desde 2010, "acelera a recuperação da sua confiança acima do conjunto da União Europeia, que subiu apenas um ponto relativamente ao trimestre anterior, passando de 76 para 77 pontos".