O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, insistiu esta quarta-feira na necessidade de fortalecer a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para estabilizar o preço do crude que, disse, deve ser de, pelo menos, 70 dólares o barril.

"Estamos a trabalhar numa estratégia de uma nova aliança para a defesa do mercado, a defesa do preço dos nossos recursos, (o que é) fundamental para manter o ritmo de desenvolvimento e de expansão económica da nossa Venezuela", disse.

Nicolás Maduro falava desde o palácio presidencial de Miraflores, no âmbito do programa radiofónico e televisivo "Em Contato com Maduro", durante o qual insistiu que a Venezuela aposta no "fortalecimento da OPEP para que se converta num motor coeso de novas fórmulas para defender" este produto "fundamental".